sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Multas mais pesadas em novembro





Imagem: www.facebook.com/SenadoFederal
Em 12 de maio deste ano, publicamos um artigo informando que a partir de novembro as multas ficarão mais salgadas e o dia está chegando, no próximo dia 1, as multas ficarão no mínimo 52% mais caras e os valores irão de R$ 88 para infração leve a R$ 293,47 para a gravíssima.

Algumas infrações de trânsito serão agravadas, por exemplo, usar o celular ao volante, que é considerado como "dirigir com apenas uma das mãos", passará de grau médio para gravíssimo e a multa passará dos atuais R$ 85,13 para R$ 293,47, e os pontos na carteira de habilitação de 4 para 7.


Atenção, o texto da lei passa citar que é infração segurar ou manusear o aparelho. Então, o motorista que manda SMS ou fica olhando sites e/ou redes sociais também poderá ser punido, mesmo se estiver parado no semáforo.

As multas mais pesadas, que são as infrações gravíssimas multiplicadas por 10, passam a ser de R$ 2.934,70.

Quem é pego disputando racha ou forçando a ultrapassagem em estradas, se recusar a fazer teste de bafômetro, exame clínico ou perícia para verificar presença de álcool ou drogas no corpo, poderá pagar o valor máximo.


No caso do bafômetro, se ele for reincidente em menos de 1 ano, a multa será dobrada, chegando a R$ 5.869,40.

Abaixo estão são os novos valores: 

- Leve (3 pontos): de R$ 53,20 para R$ 88,38
- Média (4 pontos): de R$ 85,13 para R$ 130,16
- Grave (5 pontos): de R$ 127,69 para R$ 195,23
- Gravíssima (7 pontos): de R$ 191,54 para R$ 293,47
- Gravíssima x 3 (21 pontos): de R$ 574,62 para R$ 880,41
- Gravíssima x 5 (35 pontos): de R$ 957,70 para R$ 1.467,35
- Gravíssima x 10 (70 pontos): de R$ 1.915,40 para R$ 2.934,70